1º Ano

O Menino da Lua e Corre, Corre, Cabacinha

imagem35Na Lua ou a correr, encontras aqui duas histórias tradicionais.
Numa são contadas as peripécias de um menino que, depois de ser lançado ao mar fechado numa caixa, é apanhado por pescadores que o levam ao rei, que o adota e lhe dá uma vida feliz. Na outra, podes conhecer uma avó com muitos netos. Um dia, a caminho do batizado de um deles, é surpreendida por um lobo que a quer comer. A avó, esperta, consegue enganá-lo, mas por quanto tempo?
Nesta colecção, Alice Vieira recria com talento histórias da tradição popular portuguesa.

A Flor vai ver o mar

imagem23A Flor vai ver o mar é o primeiro volume de quatro narrativas versificadas, da autoria de Alves Redol, protagonizadas por uma flor e pelo seus companheiros de aventuras. História alegórica de uma amizade (mas duradoura e cúmplice) entre uma flor, um pau, uma rã, um cão e um boi.
Alves Redol (1911-1969) foi um dos nomes cimeiros da literatura portuguesa do século XX. Os quatro livros que têm por personagem central Flor-Maria Flor foram originalmente publicados em finais da década de 60. Regressam agora ao convívio dos leitores mais jovens, ilustrados pelo talento de José Miguel Ribeiro.Da mesma coleção “A Flor vai Pescar num Bote” – “Uma Flor chamada Maria” – “Maria Flor abre o Livro das Surpresas”

O Coelhinho Branco

imagem24Esta é a história de um Coelhinho Branco, de uma Cabra Cabez marota, e de uma formiga rabiga refilona que nos vai ensinar que o tamanho não é importante!
As histórias da Colecção Ver e Ler são importantes auxiliares de uma aprendizagem da leitura, em que a criança descobrirá por si uma nova aptidão como se o livro falasse só para ela. Ver e Ler como o Coelhinho Branco foi ajudado pela formiga.

Vamos Contar um Segredo

imagem25Os segredos guardam-se, mas este é um caso especial. Um caso fantástico! Queres saber? Tens de ler. Se leres a primeira história, ganhas a segunda de brinde. Nela se conta de um rato que roía tudo à sua frente. Socorro! São duas histórias para as primeiras leituras muito ilustradas e divertidas.
Ouvir entrevista a António Torrado.

Aquela Nuvem e Outras

imagem27“À maneira de explicação, se tal for necessário.
Por mais impessoal que seja a minha poesia, nunca o foi tanto como a que fui escrevendo à medida que o Miguel ia crescendo diante dos meus olhos, e me ia pedindo uma história ou um poema. Provavelmente isto é coisa comum entre miúdos, mas este parecia-me especialmente atraído pelas coisas da imaginação, e foi para o ver sorrir ou lhe dar prazer que inventei estas puerilidades, algumas das quais me atrevo agora a publicar. (…)”
Eugénio de Andrade, Setembro de 1986. Ler mais…

O Livro da Tila

imagem28O Livro da Tila (1ª ed. 1957) desvela o universo de uma infância, em parte eufórico, feito de pequenos deslumbramentos perante o mundo e a natureza, expresso ora por um sujeito da enunciação infantil/juvenil, ora por uma voz adulta que observa o real e as relações que a criança com ele estabelece.
Primeiro livro de poemas para crianças escrito por Matilde Rosa Araújo, caracterizados, na sua maioria, pela estreita relação mãe-filha. A menina descobre o mundo, protegida por uma mãe que responde às suas dúvidas e que se deslumbra com as respostas… Tila representa todas as crianças que são destinatárias destes textos de grande intensidade lírica.

Lenga Lengas

imagem29Brincar com a nossa língua (embora ela seja muito traiçoeira) é sempre um prazer. Luísa Ducla Soares há muito que assim pensa e se bem o pensou, melhor o fez. E é do seu carinho e dedicação que nasce este livro de recolhas de rimas populares e cantilenas infantis, que vêm do tempo das nossas avós e, quem sabe, talvez venham ainda a ser “declamadas” pelos nossos netos. As ilustrações são da Sofia Castro, que ainda se lembra de cantarolar: “anani ananão…”

As Cançõezinhas da Tila

imagem30Este delicioso livro inspirou Fernando Lopes-Graça a compor canções infantis para cada um dos poemas.
Estão publicadas no livro “As cançõezinhas da Tila”, com cópias das partituras originais manuscritas, com belíssimas ilustrações de Maria Keil, e com um CD das canções cantadas pela Banda “Os Gambozinos” (Livraria Civilização Editora).
Uma preciosidade e uma bela homenagem à falecida escritora.

Destrava Línguas

imagem31A língua portuguesa apresenta um manancial de trava-línguas e lengalengas que vale a pena redescobrir, pois além de serem óptimos exercícios para promover a competência articulatória e consciência fonológica das crianças proporcionam momentos de puro divertimento entre os vários elementos da família e amigos.
Destrava Línguas, recolha e selecção de Luísa Ducla Soares.

Mais Lengalengas

imagem32É um dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura. Escrito por Luísa Ducla Soares e ilustrado por Sofia Castro, Mais lengalengas promete reunir miúdos e graúdos à sua volta.
Luísa Ducla Soares, que dispensa apresentações, e Sofia Castro, que nos ofereceram as primeiras Lengalengas, voltam a juntar-se para nos proporcionar mais emoções e divertimento.

Dez Dedos Dez Segredos

imagem33Era uma vez duas mãos que sabiam contar muitas histórias. Às vezes a mão direita começava uma e a mão esquerda acabava. Outras vezes era precisamente o contrário…
Uma coletânea de histórias de Maria Alberta Menéres enriquecida com as ilustrações de Connie Fischer e música de João Henrique, no CD áudio.

A História do Pedrito Coelho

imagem34

«Este volume inaugural da autora inglesa mais marcante da primeira metade do século XX, Beatrix Potter, é agora reeditado, em pequeno formato e com ilustrações de grande qualidade. (…) ». Ler mais…
Continuar a ler recensão de Ana Margarida Ramos» in Casa da Leitura.

A história do Pedrito Coelho, um coelhinho muito malandro e desobediente, que irá viver uma grande aventura, pondo a sua vida em perigo.

A Ovelhinha Preta

imagem36Este livro encantador conta as aventuras de uma ovelhinha preta — como salvou todo o rebanho durante a tempestade de neve e deu ao pastor uma ideia brilhante. Bem feito para o cão! Um livro para crianças sobre a igualdade e a diferença, com desenhos a preto e branco.
A autora do livro, Elisabeth Shaw, nasceu em Belfast em 1920 e faleceu em Berlim em 1992. É autora e ilustradora de duas dezenas de livros, tendo também ilustrado muitos livros de outros escritores.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s