Conhecer a cidade

A minha rua…

Rua Aqueduto da Amoreira 

A minha rua chama-se Aqueduto da Amoreira porque está a simbolisar um grande monumento da nossa cidade.
Foi construído há 500 anos, porque era o único meio de de transportar àgua potável para a população.
Começou a ser construído em 1537 por 2 arquitetos, Francisco Arruda e Afonso Álvares.
Tem de comprimento 8,5 Km, 843 arcos, 5 arcadas e 31 m de altura. Acabaram-no em 1620. É um grande símbolo da nossa cidade

Leonor – 3º B

2

Avenida da Piedade

2Eu vivo na Avenida da Piedade, que é uma das principais avenidas da cidade de Elvas e nela se encontram prédios, vivendas, a Escola Secundária D. Sancho II, a Casa de Santa Zita e o Santuário do Senhor Jesus da Piedade. No Parque da Piedade é onde se realiza uma das maiores romarias do Alentejo, a Feira de S. Mateus, que tem início no dia vinte de setembro com a realização da Procissão dos Pendões e de um arraial que se prolonga por uma semana e onde podemos encontrar muitos divertimentos.

Madalena  –  3º B

2

Rua Dr. António Tello Barradas

Rua Dr. Tello BarradasRua Dr. António Tello Barradas
O Dr. António Tello Barradas nasceu em Santa Eulália no dia 15 de maio de 1931 em Santa Eulália, Elvas.
Era o segundo de seis irmãos. Teve três filhos.
Ao longo da vida teve várias profissões. Foi advogado, agricultor, administrador do primeiro pomar de macieiras do Alentejo e vereador da Câmara Municipal de Elvas.
Também esteve ligado ao desporto porque foi presidente do clube de futebol “O Elvas”.
Gostava muito de escrever e, por isso escrevia textos e crónicas nos jornais.
Faleceu no dia 3 de agosto de 2004.

Larissa e Mª Leonor – 3ºB

2

Rua Paco Bandeira

Rua Paco BandeiraPaco Bandeira é o nome artístico pelo qual se tornou conhecido Francisco Veredas Bandeiras que nasceu a 2 de Maio de 1945, na cidade alentejana e fronteiriça de Elvas, Portugal.
Cantor e compositor português, as características da sua região natal, tais como, as planícies e as searas, a interioridade da província portuguesa, a fronteira com a Estremadura, de Elvas, acabaram por marcar inevitavelmente a sua música.
Com mais de quarenta anos de carreira musical, é reconhecido como um dos representantes da atual música popular portuguesa. Ler+

Bárbara Carvalho – 3º B

 

2

Anúncios