Os afetos

São as relações de amizade, amor, simpatia e afeição, que sentimos pelos nossos pais, pelos nossos amigos e pela nossa família.
Afetos podem ser transmitidos por uma manifestação ou um impulso de ânimo.
Os afectos são essenciais para estabelecer uma relação de paz e harmonia e contribuem para o nosso bem-estar e felicidade. Penso que ninguém consegue viver sem afectos e carinho…
A base de qualquer relação interpessoal feliz, saudável e perfeita está nos afetos. Afetividade no olhar, nos gestos, nas palavras….

Afetos entre pais e filhos

A afetividade entre pais e filhos é coisa que cresce ao longo do tempo, através do envolvimento que ambos vão tendo no quotidiano das suas vidas.
Com a vida moderna, a correria do nosso quotidiano, ou o excesso de trabalho, as relações entre pais e filhos são cada vez mais breves. Mas isso não é problema quando há qualidade nos momentos em que estão juntos.
Desde cedo que a qualidade dos cuidados prestados às crianças é fundamental para o seu desenvolvimento. Inerente a esse cuidado está um elemento fundamental invisível aos olhos, mas sensível ao coração: os afetos.
De facto, a profundidade com que os pais “sentem” os seus filhos, irá sem dúvida influenciar o seu desenvolvimento.
Texto: Lea Maria F. 6ºA
Ilustrações: alunos do 4ºC

Lugar dos Afetos

 No dia 1 de Outubro de 2011 participei no 1º Encontro Nacional de Sonhos. O encontro deu-se em Aveiro, onde se situa o Lugar dos Afetos.
O programa deste dia, para além de encontrar crianças a quem a Terra dos Sonhos realizou sonhos, permitiu-me conhecer um lugar encantador.
Pelas 15 horas o grupo, onde eu estava incluído, iniciou a visita ao Lugar dos Afetos. Esta visita possibilitou-me conhecer todos os cantinhos daquele lugar mágico e desvendar um segredo muito especial!… O segredo referia-se à importância dos afetos, a partilha de sonhos e sorrisos.
As casas do Lugar dos Afetos são azuis e cor-de-rosa.
Uma senhora explicou-nos que o azul significava a verdade, e o cor-de-rosa significava o amor.
De seguida a senhora levou-nos para uma casa de cor azul onde nos contou uma história sobre uma menina que morava em Lisboa e veio para Aveiro para o Lugar dos Afectos, que na altura era a quinta da sua avó. A Graça Gracinha ficou um pouco triste por deixar Lisboa, pois ela deixou lá os amigos de quem gostava muito. Para ela se animar ia com um cãozinho para baixo de uma árvore onde lhe contava histórias. Quando a Graça cresceu tornou-se médica e começou a escrever livros sobre afetos. Um dia ela teve a brilhante ideia de tornar a quinta da avó no “Lugar dos Afectos”. A menina, agora adulta e médica, queria que todas as pessoas pudessem ir à quinta da sua avó e aí aprendessem mais coisas sobre os afetos. O dia 1 de Outubro de 2011 é um dia que guardo no meu coração porque partilhei não só emoções como também sorrisos e sonhos!…
Manuel N. 6ºB

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s